domingo, 11 de março de 2018

Variações a partir de um livro que reune peças musicais da missa


Image result for códice de lorvão
Li esta notícia, fiquei curioso, fui saber mais, e gostei.
Adenda 1 (mensagem recebida)
Pode lá ser, meu admirador em todos os dias e ainda em mais um, pode lá ser! Então não é que também eu andei à procura de saber mais sobre o mesmo tema a partir da música das missas! Empatia, empatia, sim, sei, é, vida que tanto me assiste! Comigo é assim a ordem das coisas: curiosidade, empatia e procura (vertigionoso caleidoscópio, concordo). E mais, quando um tema me agrada, záscatrapaz, aí vou eu. Então... Fiquei a saber que o "Livro das Aves" do Mosteiro de Lorvão (e de outros Mosteiros também) é um livro de espiritualidade, as aves eram o exemplo de uma aproximação à natureza e à beleza (rima, pira-te) da vida (a vida é feita de eterna renovação, tempo meu!). Adiante. Sacana de pássaro atrevido o de ontem, mas gosto dele, mas, pode lá ser, quem sabe, terá ele fugido de um "Livro das Aves"? Adiante. Não sabe, mas eu digo-lhe. Digo-lhe só a si (e ao mundo inteiro) que ele ainda poisou junto dos meus amores perfeitos. De um deles (magia minha), até uma flor despontou, floriu com um sorriso que parecia beijar-me (deleitei-me) desafiando o meu, digo, desafiando o mau tempo. Santo Deus, floriu em lilás, quase azul escuro, parece veludo, um amor perfeito lindo, tão lindo, digo, quase tão lindo e tão misterioso e tão benfazejo quanto eu. Adiante, hoje é domingo, é dia de poeminha, é, pois não é? Claro que é!
Adenda 2
... música e aves (de domingo) em fundo.

Sem comentários:

Enviar um comentário