domingo, 27 de agosto de 2017

Se a Caroline se inspirou em La Mettrie? Então não!

Image result for caroline bouguereau
(Mensagem recebida)
Que quer, meu admirador, que quer, ontem, vida, ontem andei, digo, ontem viajei linda e de olhos faróis todo o dia, quem sabe encontraria pessoas e ideias e coisas novas e diferentes. Madrugada cedinho, ainda tive tempo para dar uma vista de olhos pelos projectos da Caroline Bouguereau, e escolhi uma imagem rizomada do coração e pulmões para lhe enviar a si. Santo Deus, cérebro meu, ainda não parei de olhar, arreda pensamento, as coisas que eu vejo, adiante, vou agora ler a obra em que Julien La Mettrie aborda mais sistematicamente a analogia como forma de acesso ao estudo e compreensão da Natureza. Trata-se, meu admirador, de um texto curto, apenas com três capítulos. O primeiro consagrado à uniformidade da natureza e à analogia que existe entre os seus principais reinos, e o segundo dedicado à diferença que existe entre eles. A analogia permite pensar "a forma de unidade que existe entre os extremos de uma escala - a escala da vida -, sendo que esses extremos são ocupados, por um lado, pelas formas mais incipientes de auto-organização - as plantas -, e, do outro lado, pela forma mais complexa (e mais perfeita) dessa auto-organização - o ser humano". Analogia, analogia, analogia..., tão, tão importante és: há palavras e frases que acendem luzes no cérebro... Se a Caroline se inspirou em La Mettrie? Então não!

Sem comentários:

Enviar um comentário